O amor …

amorAinda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei. Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá. O amor é PACIENTE, o amor é BONDOSO. NÃO INVEJA, NÃO SE VANGLORIA, NÃO SE ORGULHA. NÃO MALTRATA, NÃO PROCURA SEUS INTERESSES, NÃO SE IRA FACILMENTE, NÃO GUARDA RANCOR. O amor NÃO SE ALEGRA COM A INJUSTIÇA, mas se ALEGRA COM A VERDADE. TUDO SOFRE, TUDO CRÊ, TUDO ESPERA, TUDO SUPORTA. O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará …  Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor.“[1]

Como entender este amor? No grego, há várias palavras que descrevem o amor, vou me deter em três: “eros – ἔρως”, “philia – φιλíα” e “ágape – αγάπη”.  A palavra “eros” se refere ao amor sexual. A palavra “philia” se refere ao amor que existe entre pais e filhos, e entre irmãos. Por último, temos o amor “ágape” que é o mais profundo e o mais sublime de todos. Este amor sempre caracterizou Deus.

Vamos perceber que uma leitura, mesmo que superficial neste texto, põe em cheque a velha máxima da egocentria “Você mereçe ser feliz!”. O egocêntrico vive e entende que o amor gira em torno de si, e não para o outro. Diferentemente, o soberano Deus, “tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito…“[2], existe maior amor do que este? É este tipo de amor que encontramos expresso no texto desta reflexão.

Uma vida fundamentada no amor ágape pode sobreviver a qualquer tipo de tempestade, desencontros, desavenças, etc. Se alicerçamos neste amor, a palavra de Deus se torna realidade quando diz: “o amor nunca perece“. Certamente este tipo de amor precisa ser aprendido e trabalhado. Nada é fácil, amar ágape exige de nós imperfeitos muito esforço, portanto, temos que aprender a amar.

Mas no que consiste a função de amar? “Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos.” [3] Que vida é esta? a minha vida? não, a minha vida em Cristo Jesus. Quais são as características do amor que eu e você devemos expressar mediante Cristo Jesus em nossas vidas:

1. A Bíblia nos diz que o amor é PACIENTE. Se temos dentro de nós esta qualidade, então vamos custar a ficar zangados, nunca levantaremos a voz ou vamos perder a calma;

2. Em seguida, aprendemos que o amor é BONDOSO. Se temos tão preciosa característica, seremos criativos em pôr nossa benignidade em prática. Procuraremos sempre elogiar em vez de criticar. Veremos sempre, na outra pessoa algo positivo;

3. A Bíblia nos ensina que o amor NÃO É INVEJOSO. Se realmente amamos, não ficamos com ciúmes quando a outra pessoa tem, por exemplo, um emprego melhor do que o nosso, não ficamos inseguros se a outra pessoa é mais capacitada;

4. O amor NÃO SE VANGLORIA. No amor ágape não procuramos ser o centro das atenções nas conversas, nem vamos gabar das nossas habilidades, fazendo com as pessoas ao nosso lado se sintam inferiores ou deixadas de lado;

5. A Bíblia continua dizendo que o amor NÃO SE ORGULHA. Então não seremos orgulhos, nem arrogantes diante das outras pessoas que amamos. Não vamos esperar ser bajuladas para fazer o que é da nossa responsabilidade. Não vamos procurar a fama para nós mesmos;

6. O amor NÃO MALTRATA. Com esta outra característica do amor ágape, não seremos grosseiros, sarcásticos e nem críticos para com as pessoas que amamos. Procuraremos demonstrar sempre o nosso amor com cortesia;

7. Na Palavra de Deus vemos também que o amor NÃO PROCURA SEUS INTERESSES. Este tipo de amor não é “auto-centralizado” mas “outro-centralizado”. Não devemos centralizar, nem focalizar “em mim”, mas sim naqueles a quem amamos, buscando seu bem, suas necessidades. Estaremos sempre procurando descobrir os interesses “do outro”. Não seremos possessivos com quem amamos, não vamos viver exigindo os “meus direitos” e querendo que se faça “a minha vontade”;

8. Aprendemos ainda que o amor NÃO SE IRA FACILMENTE. Se amamos, não vamos exasperar, nem ficar facilmente amargurados. Se amamos, não ficamos sempre na defensiva, nem nunca seremos os “super sensíveis”;

9. O amor NÃO GUARDA RANCOR. Temos que demonstrar que, de todo nosso coração, confiamos em quem amamos e temos dentro de nós a capacidade de perdoar. Não vamos procurar vingar pagando o mal com o mal;

10. A Bíblia nos diz que o amor NÃO SE ALEGRA COM A INJUSTIÇA. Com este amor na nossa vida, nunca vamos nos regozijar quando a pessoa que amamos falha, nem quando ela recebe a justa punição, muito menos quando recebe injustiça, seja ela pequena ou grande;

11. O amor se ALEGRA COM A VERDADE. Se é só a pessoa que amamos que recebe o elogio ou recompensa que em parte também caberia a mim, assim mesmo devemos nos alegrar;

12. Deus nos ensina que o amor TUDO SOFRE. Somos capazes de suportar qualquer tipo de provação ou angústia pelo bem daquele a quem amamos;

13. O amor TUDO CRÊ. Com este amor, confiamos nas pessoas que amamos. Cremos no seu valor diante de Deus;

14. O amor TUDO ESPERA. Se estamos realmente amando, cremos que Deus está agindo na vida das pessoas que amamos, trabalhando e moldando como o oleiro faz com o barro. Nunca devemos desanimar;

15. O amor TUDO SUPORTA. Pelas pessoas que amamos somos capazes de tudo suportar. Não ficamos desanimados, nem tristes.

Finalmente, podemos dizer que o amor ágape é aquele amor que se dá e se sacrifica pelo mais alto bem da outra pessoa. Tal sublime amor prático é completamente abnegado, ou seja, busca o que é melhor para aquele que ama. O amor ágape também é dedicado, ou seja, continua amando aconteça o que acontecer.

Quer um excelente treinamento até “quando, porém, vier o que é perfeito”: Mostre amor pelas pessoas da sua família, no seu trabalho, pelos perdidos, pelos seus inimigos. Lembre-se que você não tem que esperar até ‘sentir’ amor. Aja agora e procure amá-los com o amor ágape.

Ref.: NVI [1] 1Co 13,1-13  [2] Jo 3,16 [3] 1Jo 3,16
Adaptação de: http://solascriptura-tt.org/DoCoracaoDeValdenira/AmorQDevemosAprender-Valdenira.htm
Anúncios

Sobre marcospoorman

O objetivo deste blog é edificar os irmãos em Cristo através de uma coletânea de mensagens escritas durante minha caminhada cristã.
Esse post foi publicado em Mensagens, Reflexões e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s